A arte no MEO Kalorama tem Via Verde

A Via Verde estreia-se como parceira do MEO Kalorama, que arranca hoje, no Parque da Bela Vista, em Lisboa. Até sábado, e dada a vertente sustentável que o festival procura transmitir, a marca quer usar a arte para promover a sustentabilidade, através da obra do designer e artista Fiumani, que incentiva os festivaleiros a um consumo e mobilidade sustentáveis.

A Via Verde estreia-se no Meo Kalorama com arte sustentável

Para assinalar a estreia da marca no MEO Kalorama, irá ser apresentada a obra de Fiumani. Criada e pensada pela Via Verde em conjunto com o artista, a peça utiliza identificadores antigos, com vista a sensibilizar as pessoas para a importância da reciclagem dos aparelhos eletrónicos. Ao mesmo tempo, a marca procura posicionar-se como “um facilitador de mobilidade na jornada diária dos seus clientes”, como explica Raquel Abrantes. Posteriormente, a peça, que se assemelha a uma borboleta, será exposta em São Domingos de Rana.

Além da obra, a Via Verde continua a apostar na ativação que “Faz Forward” aos festivaleiros. Durante os três dias, o pórtico de entrada e os mochileiros com pontos móveis de carregamento de telemóveis marcam presença no festival.

A diretora de Marketing da Via Verde, Raquel Abrantes, explica: “O foco do MEO Kalorama na sustentabilidade, sobretudo nos pilares ambiental e social, usando a cultura como driver, é o que leva a Via Verde a marcar presença neste grande evento de final de verão. Tal como a Via Verde, o festival tem uma visão integrada da sustentabilidade, em que pessoas e ambiente caminham juntos para um futuro verde e inclusivo.”.

Quinta-feira, 31 Agosto 2023 10:26


PUB