A Nebula anima a Kellogg’s. E a Briefing

A Nebula Studios assina o mais recente anúncio da marca Rice Krispies da Kellogg’s no mercado norte-americano. Fomos falar com os responsáveis da produtora de publicidade portuguesa para saber mais.

A Nebula anima a Kellog’s. E a Briefing

Diz o sócio e produtor executivo da Nebula Studios, João Marcos Marchante, que a campanha surge na continuação do trabalho de internacionalização da produtora. “Depois de uma fase em que trabalhámos mais para os Estados Unidos – destacando-se uma peça publicitária para a NBA e com um videoclip para o Yo-Yo Ma, através da AKQA Nova Iorque – temos trabalhado mais em parceria com os nossos representantes para o Canadá”, explica.

Este projeto surge, aliás, na sequência da parceria de representação assinada com a TONIC DNA, em outubro de 2022, através da qual está nos dois mercados e no seguimento da qual já foram realizados vários projetos, nomeadamente o “The Strange Meatloaf” para a cadeira canadiana de retalho IGA, e que foi “galardoado com vários prémios a nível internacional”.

O México deverá ser a nova geografia a contar com a Nebula. “As coisas nem sempre acontecem por fatores que nos são externos, mas, dado o volume de pedidos, estamos em crer que o nosso primeiro filme para o país do sombrero estará para acontecer em breve”, promete.

Voltando à campanha: trata-se de um spot, de 15 segundos e sem diálogo, criado inteiramente em 3D. Corealizado por Guilherme Afonso e Miguel Madaíl de Freitas, e inserido no âmbito da campanha “Ooey Gooey Goodness”, o anúncio retrata a cumplicidade entre filha e mãe, quando a segunda entra no Clube de Feiticeiros da primeira – a casa da árvore no quintal e cujo acesso é apenas possível com uma barra de cereais. Guilherme Afonso refere a intenção de “mostrar da maneira mais bonita e divertida a grande cumplicidade entre mãe e filha que adoram passar tempo juntas”. “Tinha o desejo de materializar neste anúncio a vontade de qualquer pai – a de passar o melhor tempo possível com os seus filhos”.

“Foi desafiante encaixar os constrangimentos técnicos e artísticos decorrentes de fazer uma peça audiovisual que faz parte de uma campanha com outros spots que não são nossos”, acrescenta, por seu turno, Miguel Madaíl de Freitas, apontando a satisfação em “criar tantas coisas novas para obter um resultado verdadeiramente único”.

Para 2024, João Marcos Marchante revela o objetivo de “manter qualidade e criatividade”. “Seja em animação ou com mistura de live-action, dá-nos um gozo enorme ver o briefing inicial no fim de cada projeto e ver o tanto que se trouxe no processo”, diz. “Por outro, queremos poder fazer precisamente a mesma coisa, desta feita em geografias europeias que tanta criatividade também têm. A Europa são vários mundos de publicidade num. Já saímos do nosso jardim à beira-mar plantado para a esquerda e agora queremos cumprimentar os nossos amigos europeus para lá da Península. Há tanta coisa boa a ser feita – queremos contribuir”, remata.

 

Sofia Dutra

Quinta-feira, 18 Janeiro 2024 11:25


PUB