Achámos o Amusing Bouche um Maxime (Hotel). #ProvamoseAprovamos

Foi no icónico Maxime Restaurante, no Maxime Hotel, que a Briefing foi experimentar o Amusing Bouche. O que poderia ser só um jantar, rapidamente se tornou num espetáculo que nos levou à era do Burlesco, sem sair da Praça da Alegria.

Achámos o Amusing Bouche um Maxime (Hotel). #ProvamoseAprovamos

O entretenimento do espaço remonta já a 1949, no qual se vivia um ambiente “frenético, onde a arte, a comédia e o burlesco se cruzam”. 75 anos depois, o Maxime Hotel proporciona o mesmo ambiente a quem decide fazer uma visita ao restaurante.

Mas o que torna esta experiência diferente? É que é muito mais do que um jantar. É uma viagem aos tempos do Burlesco, num ambiente intimista e decorado com elementos que nos transportam à época. O espetáculo foi conduzido por Vanity Redfire, a diva do Burlesco, que assegurou os números musicais e conduziu as performances. A produção do espetáculo é da autoria do coletivo Voix de Ville, fundado pela Vanity Redfire, que já passou por salas como a Pensão Amor ou o Cine Incrível Almadense. Neste serão, juntaram-se ainda as atuações da Frauline Margret e de Veronique Divine.

As  divas não foram as únicas a terem protagonismo durante o jantar, tendo o público também participado no espetáculo. Além das interações das artistas com as mesas durante as atuações, três homens tiveram ainda a oportunidade de subir ao palco. Desta forma, tornou-se mais interativo e proporcionou momentos de diversão entre os que assistiam.

Mas não foi só o espetáculo que trouxe a folia e a animação ao jantar. A carta, também ela muito naughty, ofereceu uma experiência de sabores autêntica. Para começar, o foreplay foi feito com um Nasty Sexy Salmon, o tártaro de salmão. Seguindo para os pratos, satisfizemos o desejo de luxuria com o Peppercorn Lust, um bife da vazia Angus acompanhado de molho de mostarda e pimenta verde, salada fresca de espargos e batata gratinada. Para levar o paladar aos sabores do mar, o Lavish Lobster foi o prato de eleição.

No fim, e para adoçar o paladar, o último pecado da noite – a sobremesa. Se por um lado o Go Hazelnut trazia o doce para cima da mesa, a tarte Wicked Queen Apple vinha acalmar os ânimos.

Se quiser participar nesta viagem e satisfazer os seus prazeres gastronómicos, no dia 16 de fevereiro o restaurante vai receber outra sessão do Amusing Bouche.

Mariana Paulo

Terça-feira, 13 Fevereiro 2024 12:38


PUB