bTd: viagens na palma da mão

Chama-se bTd Travel e é uma aplicação que permite alugar jatos, iates, quartos de hotel ou carros de luxo. Agora, a empresa expande os seus horizontes e chega a Portugal, trazendo consigo a sua experiência em viagens de luxo. O CEO, Manoel Suhet, explica a aposta.

bTd: viagens na palma da mão

Nasceu nos Estados Unidos, em 2017, expandiu-se nesse mesmo ano para o Brasil e chega agora a Portugal. A bTd Travel oferece serviços de concierge personalizado para viagens de negócios e lazer e escolheu o nosso País como primeiro porto para o mercado europeu. É através de uma aplicação que é possível alugar jatos, iates ou aceder a hotéis e carros de luxo. 

O CEO, Manoel Suhet, revela que a decisão parte da estratégia da bTd se posicionar no triângulo do Atlântico com a grande procura de viagens a trabalho e lazer entre Estados Unidos, Brasil e Portugal em voos comerciais e jatos privados. Além, claro, de o facto de Portugal ser “um dos principais destinos de turismo internacional, sobretudo vindo dos EUA e Brasil, e um hub de conexão para a Europa”.

A bTd já está a atuar em Portugal desde 2022, “gerando emprego e contribuindo para a comunidade local”, diz, mas o lançamento oficial ocorreu em novembro de 2023, aproveitando a presença na WebSummit “e após negociar condições especiais de descontos para voos comerciais com as principais companhias aéreas”. 

“Apostamos também na promoção de voos em jatos privados, com a oferta de empty legs, e também assentos vazios no modelo crowdfunding, muito usado nos EUA, e já permitido no Brasil”. É, afirma, “uma excelente opção para quem quer ter a experiência de viajar, por exemplo, num jato de Cascais para Paris, chegando 30 minutos antes da partida, pagando pelo assento”. “A App da bTd travel monta estas viagens, que, além de tornar mais acessível, contribui para a sustentabilidade, otimizando o uso de jatos e a emissão CO2”, explica, apontando-a como uma das missões da empresa.

Quanto à estratégia de comunicação da marca segue a mesma abordagem, tanto em Portugal, como nos demais mercados: os membros recomendam novos membros. “É assim que o segmento de viagens de luxo cresce”, justifica: através da recomendação de família e amigos que viveram a experiência daquela viagem. “Além disso, a bTd focará em eventos segmentados para corporate, leisure e para jatos privados, media social e PR”, remata.

Sofia Dutra

O artigo saiu primeiramente na edição impressa de janeiro de 2024.

Quinta-feira, 08 Fevereiro 2024 12:30


PUB