E as agências e produtoras do ano são…

A FCB sagrou-se a network do ano no IV Festival Anual dos Prémios Lusófonos de Criatividade, que ontem terminou em Lisboa. E no ranking, cinco dos premiados nacionais revelaram-se também os melhores na lusofonia.

Assim, a FCB conquistou também o prémio de melhor agência de publicidade nacional e lusófona. O mesmo aconteceu com a comOn, mas na categoria de digital. E com a Up Partner em ativação e eventos.

Também a Krypton saiu do Cinema S. Jorge com o prémio de produtora do ano nacional e lusófona. E a Mindshare conseguiu o mesmo na categoria de meios.

No que respeita ao Design, Rita Rivotti foi a melhor em Portugal, mas a brasileira Casa Rex foi a agência do ano lusófona.

E em Relações Públicas, o título de agência lusófona foi para a In Press Porter Novelli, enquanto em Portugal ficou com a Llorente y Cuenca.

Os portugueses Ruben Barros e Alexandre Menezes foram eleitos os jovens profissionais do ano, enquanto as duplas Carina Mota e Marta Santos e Henrique Branco e Ricardo Filipe Feio são os jovens talentos lusófonos do ano.

O cliente do ano foi a Fox.

briefing@briefing.pt

 

Quarta-feira, 28 Junho 2017 09:02


PUB