Marcas de mangas arregaçadas

As marcas voltaram a aderir ao Reparar, a Ação de Voluntariado de Reparações Solidárias da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Nesta terceira edição, quadros do BES, da Fundação PT, do Grupo Brodheim, da HP, da Iberlim, da Gertal e da Strong vão arregaçar as mangas para reparar 26 casas de idosos.

Diz Paulo Mateus Calado, administrador da SCML, que o programa tem sido muito bem aceite pelas empresas com estratégias consistentes de responsabilidade social: “Grande parte delas quer voltar a apadrinhar novas casas, a cada ano, e envolve-se em todo o processo. O retorno da associação a este tipo de projetos está a ser visto, pelas empresas, como estratégico e muito inspirador”.

A primeira intervenção da Reparar 2014 será desenvolvida pelo BES, numa ação de voluntariado empresarial que vai envolver 40 colaboradores. “Esta é uma iniciativa louvável a todos os títulos, que enquadramos no programa de voluntariado do próprio banco, e que tem recolhido significativo apoio e agrado, com resultados traduzidos na melhoria do bem-estar de um conjunto de pessoas desprotegidas da região de Lisboa, muitas das quais de idade avançada”, justifica, em declarações ao Briefing Eduardo Gonçalves, da direção de comunicação.

fs@briefing.pt

Sexta-feira, 16 Maio 2014 12:05


PUB