Na Eficácia, “temos que falar sobre NOS”

A campanha “Temos que falar sobre NOS”, da operadora de telecomunicações, é a vencedora do Grande Prémio à Eficácia 2023. Foi revelado esta quinta-feira à noite, na gala desta iniciativa da APAN – Associação Portuguesa de Anunciantes.

Na Eficácia, “temos que falar sobre NOS”

“Temos que falar sobre NOS” sucede a “CO2AT” como vencedora do Grande Prémio dos Prémios Eficácia. Com a criatividade d’O Escritório e o planeamento de meios da Arena Media, a campanha multimeios parte da tensão e do dramatismo que existe entre duas pessoas, quando alguém diz “temos de falar sobre nós”. Os filmes recorrem ao humor e à subtileza para criar conversas entre casais – seja no dia do casamento, seja já mais tarde na relação. Segundo a operadora de telecomunicações, “os vídeos sublinham a necessidade de se assumir que a NOS tem, comprovadamente, a melhor internet móvel de Portugal”, tendo por base a classificação “Melhor do Teste – Internet Móvel” da DECO PROTESTE, que “posiciona a internet móvel NOS como líder em performance global, como a mais rápida em download e, ainda, a melhor em qualidade de navegação web”. A distinção baseou-se nos resultados do último estudo comparativo nacional da aplicação QualRede, e nas milhares de medições registadas mensalmente na plataforma, entre maio de 2021 e abril de 2022.

O caso convenceu o júri destes galardões, da APAN – Associação Portuguesa de Anunciantes, presidido pela diretora de Marca e Comunicação da NOS, Rita Torres Baptista. “É um bocadinho ingrato ser presidente do júri, receber um Grande Prémio e imaginar que nas vossas cabeças paira a dúvida, porque eu não sabia, o júri não sabia, é uma votação secreta”, começou por esclarecer Rita Torres Baptista, acrescentando que é uma “emoção muito grande”, parecida àquela quando se recebem as notas nos testes.

Lembrou que está entre amigos e colegas, e que já não é novata no mercado da comunicação, por isso, “não há nada blasé” quando se recebe um prémio, “dá, de facto, muito trabalho”. Por fim, Rita Torres Baptista deu os parabéns a todos os que ganharam prémios e direcionou algumas palavras à sua empresa, que conta com 1.803 colaboradores – precisa – e em que “todos têm um contributo” para o projeto – uma “ideia criativa, arrojada e anticonvencional” –, pois criaram condições para isso acontecer. “Num País como o nosso, acreditar que a marca e a comunicação, enquanto ferramentas de estratégia de negócio, são, de facto, merecedoras de investimento, corresponde a uma visão que ainda bem que existe e que alimenta o nosso ecossistema”, afirmou.

Por seu lado, o cofundador d’O Escritório Tiago Canas Mendes defendeu que o trabalho em telecomunicações em Portugal, no qual participa há mais de 20 anos, é “cada vez mais difícil”. “Portanto, conseguirmos fazer boas campanhas e conseguir resultados – fazer com que o ponteiro mexa – é uma sensação incrível e é para isso que fazemos comunicação”, disse.

No final da entrega do prémio, o Managing Director da Arena Media Portugal, Rodrigo Albuquerque, notou que “há um desafio muito grande em todas as campanhas da NOS – esta em particular –, mas é uma relação que se constrói com grande confiança, ao longo de muitos anos”.

Além do Grande Prémio, a eficácia da campanha valeu à operadora dois Ouros, nas categorias de Comunicação Tática e de Telecomunicações e Media.

Carolina Neves / Sofia Dutra

Sexta-feira, 24 Novembro 2023 13:17


PUB