Na P&G, menos é mais

A Procter & Gamble vai desfazer-se de mais de metade das marcas que comercializa, focando o negócio nas 80 maiores. As restantes serão vendidas, fundidas ou simplesmente descontinuadas.

O anúncio foi feito pelo ceo do grupo, A.G.LAfley, em conferência de imprensa de apresentação de resultados. A Procter & Gamble alcançou as metas financeiras para o ano fiscal, mas “poderia e deveria ter resultados melhores”: “Se apenas uma ou duas operações não tivessem falhado os objetivos planeados, teríamos atingido as metas iniciais propostas pela liderança das nossas equipas”, disse o executivo.

Em consequência, o grupo decidiu “dar um importante passo estratégico à frente, que alinhará e simplificará significativamente os negócios e o portefólio de marca”. Assim, passará a deter entre 70 e 80 marcas.

briefing@briefing.pt

Segunda-feira, 04 Agosto 2014 09:41


PUB