Um trabalho com foco no cliente

Se fosse possível resumir o trabalho da Cofidis em 2023, poderia dizer-se que foi um ano de consolidação como parceiro financeiro. Quem o explica é a diretora de Inovação e Criação de Valor, Martta Oliveira.

Um trabalho com foco no cliente

Atualmente, com um portefólio composto por mais de 500 mil clientes, a Cofidis tem vindo a expandir a sua oferta além das soluções de crédito. Em 2023 houve um reforço da presença nos meios de pagamento, através da Cofidis Pay, o serviço de “buy now pay later”, que está presente no e-commerce, juntando-se aos já mais de dois mil parceiros físicos. A diretora de Inovação e Criação de Valor, Martta Oliveira, revela que as novidades não ficam por aqui e que, já este ano, será feito um reforço na oferta de seguros que vai abranger vários produtos, resultando de uma parceria com a Ageas. “Esta diversificação permite-nos ser cada vez mais relevantes na vida das pessoas”, diz.

A comunicação desta instituição financeira tem sido marcada pela simplicidade, e o trabalho desenvolvido no ano passado é prova disso mesmo, defende. Fazendo uma analogia ao ensino básico, o protagonismo foi dado a professores primários reformados, que comunicaram sobre a simplicidade em duas dimensões: da experiência digital e dos termos financeiros. No primeiro aspeto, foi feito o compromisso de descomplicar o mundo financeiro, mostrando que as soluções digitais são “intuitivas e acessíveis, projetadas para tornar a gestão financeira numa experiência sem esforço”. No segundo vetor, houve um investimento na transparência da comunicação, com o intuito de a empresa desempenhar um papel ativo na descomplicação dos termos, permitindo a criação de “um caminho para um mundo financeiro mais simples, útil e com impacto na vida das pessoas”. “Estas duas dimensões reforçam a confiança dos consumidores na Cofidis, e por isso fomos reconhecidos em 2023 como Escolha do Consumidor pelo 11º ano consecutivo e Marca de Confiança pelo oitavo ano”, observa.

Neste âmbito, a porta-voz destaca as três campanhas que “tiveram a particularidade de transmitir as mensagens sob o mesmo formato”, através de vários filmes e peças com mensagens específicas que se completam em termos de storytelling, que pretende destacar quatro ideias: “o compromisso da Cofidis com a descomplicação dos termos financeiros; a simplicidade e rapidez da experiência e interação digital; o reconhecimento dos consumidores; e a segurança no processo de crédito. Estes pontos pretendem reforçar a ideia principal de que o principal objetivo é promover “um avanço financeiro para um mundo mais claro e seguro”.

Esta estratégia de comunicação é fruto de um trabalho que consiste em ouvir primeiro, pois “só assim é possível perceber o que é relevante para os clientes”. O método consiste na recolha constante de feedback, o que permite melhorar e desenvolver a oferta e serviços. Para este ano, está previsto o reforço do “conjunto alargado de soluções financeiras e de experiências simples e facilitadas”, através da combinação entre inovação digital e a relação humana. “A comunicação é todo o processo de como fazemos isso, é o resultado da conversa que acontece permanentemente”, afirma.

Num contexto económico marcado pela guerra e, consequentemente, pela inflação, a Cofidis tem trabalhado em várias dimensões, como encontrar soluções de pagamento adaptadas às necessidades; antecipar situações de dificuldade; e a promoção da educação financeira da população, através de conteúdo específico para ajudar as pessoas a melhor ultrapassar esta conjuntura, com dicas e ferramentas em diversos formatos, como é o caso do site Contas Connosco, com vários artigos, ou com formações e workshops exclusivos para colaboradores, clientes e parceiros, mas também abertos ao público em geral.

Em relação a 2024, são muitos os projetos que estão a ser desenvolvidos, através da aposta na diversificação do negócio, com o objetivo de esta ser uma organização cada vez mais “relevante” na vida das pessoas através de uma “oferta completa” de soluções de crédito, meios de pagamento e seguros. “Queremos ser um parceiro financeiro de confiança na vida das pessoas e construir um mundo onde as finanças são uma fonte de possibilidades, não de preocupações”, remata.

Segunda-feira, 11 Março 2024 11:46


PUB