Viajámos no tempo no Áurea Palacio de Sober e #ProvamosEAprovamos

É no coração da Galiza que é possível descobrir o Aurea Palacio de Sober. A Briefing foi conhecer este hotel que foi palco de um dos momentos mais marcantes da História de Espanha e mostra-lhe o que pode esperar deste espaço.

Viajámos no tempo no Áurea Palacio de Sober e #ProvamosEAprovamos

Tendo ainda presente a muralha datada do século VII, este hotel, reconstruído em 2010, faz-nos recuar até 1467, a fase inicial da Revolta Irmandinha. Foi neste local que Diego de Lemos insurgiu-se contra a alta nobreza, derrubando o palácio do seu pai.

Depois deste contexto histórico, regressamos à atualidade e ao Aurea Palacio de Sober, o maior edifício civil da Galiza. Localizado a sul da província de Lugo, conta com 43 quartos que combinam a tradição com a modernidade. Outro dos aspetos que se destaca é o jardim que o rodeia, com cerca de 20.000 metros quadrados. Este é um elemento tão importante que os hóspedes poderão fazer uma Botanic Tour, que culmina com a plantação de uma árvore, como explica a diretora do hotel, Raquel Nuñez. Além da natureza, é possível descobrir algumas esculturas em pedra que resultam de uma competição anual que junta vários artistas e cujas obras vencedoras estão expostas. Promovida há dois anos, a próxima edição realiza-se no dia 5 de outubro.

Além disso, o restaurante Dona Branca, que conserva a arquitetura original, é o lugar onde todas refeições são servidas e tem como foco a gastronomia tradicional galega, com produtos sazonais e locais.

Outro dos espaços disponíveis é o spa, que conta com uma piscina interior, duche de contrastes, sauna finlandesa e banho turco. Para quem pretende aproveitar o ar livre, há ainda uma piscina exterior.

Aproveitando o facto de estar localizado na Ribeira Sacra, o hotel possibilita que os seus clientes tenham algumas experiências para além das suas fronteiras. Uma delas é um passeio de catamarã pelo rio Sil, onde se podem ver os Sil Canyons e a sua riqueza natural e histórica. Para os amantes de vinho, existem duas opções: a adega Ponte da Boga e a Regina Viarum. Nestes locais, além das visitas, há a oportunidade de provar alguns exemplares desta bebida que são resultado da prática da viticultura heroica da região.

Simão Raposo

Terça-feira, 11 Junho 2024 09:57


PUB