O escritório de ...

quinta, 19 julho 2018 15:41

Patrícia Conde van Zeller

Cofundadora e diretora criativa da NUTS

O escritório de Patrícia Conde van Zeller não é típico. Porque a agência de que é diretora criativa, a NUTS, também não tem uma localização típica: em vez de uma casa própria, integra-se na Second Home, o hub criativo de Lisboa que ocupa o piso superior do Mercado da Ribeira. Geograficamente falando, a localização é importante q.b. Não tanto, diz, como na restauração ou na hotelaria, mas, ainda assim, a acessibilidade foi um dos critérios de escolha. Com metro, barco, comboio e ciclovia à porta, “melhor é impossível”.

segunda, 02 julho 2018 09:33

Flávio Gart

Diretor criativo da Bazooka

Há (marketing de) guerrilha na Bazooka, mas o ambiente é de paz. “É jovial, descontraído, o trabalho é levado com seriedade, e, embora descendamos da guerrilha, não temos uma gestão militar”. Quem o diz é Flávio Gart, o diretor criativo, que considera toda a área da agência como o “seu” escritório e o relacionamento com a equipa como incentivo para o sucesso.

segunda, 28 maio 2018 09:35

Filipa Montalvão

Partner da WHITE

A partner da WHITE considera-se extremamente organizada. No espaço de trabalho não tem “grande decoração ou muitos objetos”, só o necessário. A decoração minimalista é ofuscada pela vista para o mar, que até serve como incentivo ao processo criativo. Afinal, a agência fica em Santo Amaro de Oeiras.

terça, 24 abril 2018 10:57

Pedro Brito

Diretor criativo da Garra Publicidade

É na rua de Santa Luzia, no Porto, que se encontra a agência que tem garra em tudo o que faz. Instalada na nave de uma antiga fábrica de máquinas de têxteis, com mais de seis metros de pé direito, a Garra Publicidade conta com Pedro Brito como diretor criativo.

segunda, 02 abril 2018 09:46

Hugo Pinto e Diogo Pinheiro

Fundadores da Legendary

“Um caos organizado”. Parece contraditório, mas é assim que os fundadores e managing partners Hugo Pinto e Diogo Pinheiro definem a agência que dá pelo nome de Legendary. Isto porque, explicam, “há várias coisas espalhadas por todas as secretárias, no entanto, quando é preciso encontrar alguma coisa” a missão é sempre bem-sucedida. Talvez também porque uma mudança de morada, motivada pelo crescimento da equipa, levou a que conseguissem deixar para trás “algumas coisas”, mantendo “o novo escritório apenas com o essencial”.

segunda, 19 fevereiro 2018 09:44

Jorge Coelho

Diretor criativo executivo da Ogilvy

“Um espaço onde objetos pessoais se misturam com objetos profissionais, onde prémios convivem com brinquedos, onde cultura se cruza com sabedoria popular. É um espaço livre e democrático onde tudo é possível”. É desta forma que Jorge Coelho, diretor criativo da Ogilvy, descreve o open space onde trabalha e que compara com a cabeça de um criativo.

Pág. 1 de 3

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing