O escritório de ...

Patrícia Conde van Zeller

O escritório de Patrícia Conde van Zeller não é típico. Porque a agência de que é diretora criativa, a NUTS, também não tem uma localização típica: em vez de uma casa própria, integra-se na Second Home, o hub criativo de Lisboa que ocupa o piso superior do Mercado da Ribeira. Geograficamente falando, a localização é importante q.b. Não tanto, diz, como na restauração ou na hotelaria, mas, ainda assim, a acessibilidade foi um dos critérios de escolha. Com metro, barco, comboio e ciclovia à porta, “melhor é impossível”.

quinta, 19 julho 2018 15:41
Patrícia Conde van Zeller


Na Second Home encontrou, “definitivamente”, um espaço inspirador com ADN criativo: “O espaço é lindo, tem uma mancha verde impactante que recria uma estufa incubadora de ideias. Pelo menos é assim que o vejo”, comenta. E é – sublinha – um espaço para onde lhe apetece “mesmo” ir trabalhar diariamente. Pelas razões já elencadas, mas também pelo equilíbrio entre a privacidade necessária para o desenvolvimento do trabalho e o lado mais social que a Second Home promove. Work + Life é, aliás, o binómio em que assenta o conceito deste cowork lisboeta.

É, além do mais, um espaço à medida de Patrícia: “É a minha cara porque adoro mercados e trabalhar num mercado, sendo diretora criativa de uma agência de publicidade dedicada ao setor da gastronomia e viagens, faz-me todo o sentido. Costumo dizer a brincar que o escritório da NUTS é a minha banca no mercado”. Uma banca com vista para as bancas, onde encontra alimento para a criatividade: “A inspiração fica sempre vitaminada com a vista que temos do escritório e das salas de reuniões para as bancas de frutas e vegetais. E as cores das flores da Aldina, a minha florista preferida da praça”. Diz, a propósito, que, no verão passado, a vista para as bancas com tomates de todas as cores esteve na origem do evento “Mulheres com tomates”. Se tivesse de mudar a NUTS sentiria saudades dessa diversidade de cores e sabores do Mercado da Ribeiro, bem como do frenesim dos turistas que o visitam na versai Time Out. “Já para não falar da equipa espetacular da Second Home. E nas deliciosas empadas bio da Herdade do Freixo do Meio”.

Para já, essa hipótese não se coloca. Até porque, por ser modular, o espaço tem a vantagem de se adaptar às necessidades de crescimento da agência. “Cresce connosco, é só baixar a bainha”. Além de que uma empresa com nome de fruto tem lugar garantido num mercado… Sem falar que o que define como frenesim turístico se ajusta a uma agência que tem alguma loucura no ADN: “Tem aquela loucura saudável de quem faz comunicação e criatividade por paixão, tem aquela loucura de quem arrisca e cria a primeira agência de publicidade do mercado dedicada ao segmento Food & Travel e aquela loucura de quem ainda acha que vai mudar o mundo! Eu e a Laura Lopes (cofundadora) somos muito NUTS”. Um posicionamento sintetizado no logotipo: a noz, de casca dura e com garra por fora, e depois o miolo, massa cinzenta e criatividade por dentro.

Patrícia Conde van Zeller

Há nozes na NUTS. E avelãs e, sobretudo, amêndoas, que chegam diretamente do Algarve do produtor, trazidas pela Laura Lopes. E que estão sempre em cima da secretária para o snack da tarde.

Patrícia Conde van Zeller

“Mulheres com Tomates” foi o primeiro evento pensado e organizado pela NUTS e que reuniu à mesma mesa mulheres que são referência no mundo da gastronomia e dos vinhos.

Patrícia Conde van Zeller

Diz Patrícia que a agenda NUTS 2018 está sempre em cima da mesa, pois é nela que anota tudo o que tem para fazer. “Apesar de ter uma agenda digital, não dispenso o papel onde gosto de riscar e rascunhar”, explica.

Patrícia Conde van Zeller

É uma borracha-amuleto: “Guardo com muito carinho esta noz que a minha sócia Laura Lopes me ofereceu. Apesar de ser uma borracha para apagar nunca a usei nem tenciono usar”.

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing