Opinião

quarta-feira, 25 março 2020 11:23

Marcas em Tempo de Guerra – #2 Um regresso às origens

João Campos, diretor criativo do Estúdio João Campos

Em Setembro de 2017, com a iminência da chegada do furacão Irma à costa da Florida, a Tesla permitiu que todos os seus carros utilizassem a capacidade total das baterias neles instaladas. Para tal, anulou, à distância, os limites habitualmente colocados aos veículos, em função do plano adquirido por cada cliente. Com este gesto sublime, o fabricante de automóveis possibilitou que, no pico da evacuação, os seus condutores percorressem, em média, uns preciosos 50 km extra, mesmo sem terem pago para tal (ou sequer o solicitado).

terça-feira, 24 março 2020 09:38

Como trabalhar em plena crise

Pedro Miguel Garcia, head of Marketing da Bet

Todas as crises, além de vividas com o devido cuidado e respeito, apresentam-se como uma oportunidade para ganhar a confiança e o respeito dos shareholders e dos empregados. Não podemos negar que uma crise, se gerida em condições, pode ajudar uma empresa a elevar-se. O fundamental é que a resposta seja célere, eficaz e direta.

quarta-feira, 18 março 2020 11:24

Marcas em Tempo de Guerra - #1 Aqui e agora

João Campos, diretor criativo do Estúdio João Campos e autor do livro “Marca Positiva”

Num artigo escrito para a revista Backstage Talks, intitulado “É o que fazemos valioso o suficiente?”, Milan Semelak, criador de marcas, relata um raciocínio pessoal que acredito ser, nas circunstâncias atípicas que vivemos, muito pertinente recuperar. Motivado por uma questão colocada pela mulher sobre que ocupação teria em tempo de guerra, Semelak começa por duvidar da utilidade da comunidade profissional a que pertence — criativos, designers, marketeers e por aí adiante — numa situação tão extrema. Como o próprio admite, num esforço de guerra, quando as pessoas estão a lutar pela sobrevivência, logotipos chiques, campanhas de publicidade e retórica de marketing não são propriamente necessidades de primeira linha. Neste contexto, um arquiteto ou um padeiro, por exemplo, seriam mais importantes, na medida em que, segundo Semelak, produzem valor efetivo para as pessoas que os rodeiam.

segunda-feira, 09 março 2020 11:05

Já começou a pensar na identidade sonora da sua marca?

Montserrat Herrera, Marketing & Communications Director Portugal da Mastercard

O incremento dos comandos por voz está a mudar o nosso dia a dia nas compras e no momento de pagar. As inovações no campo do áudio estão a evoluir rapidamente e os exemplos estão aí. Há alguns anos, poucas pessoas ligavam aos podcasts. Agora, 14% dos utilizadores do Spotify ouvem regularmente um dos 500 mil podcasts que a plataforma de streaming disponibiliza.

terça-feira, 03 março 2020 12:10

Sabe quem está a torcer pela sua empresa?

Jayme Kopke, diretor-geral da Hamlet

Não gostar de futebol tem algumas desvantagens. Fico de fora de muitas conversas, e, às vezes, nem faço ideia do que estão a falar à minha volta. 

segunda-feira, 03 fevereiro 2020 10:14

Razões pelas quais a felicidade importa numa empresa

Mário Ceitil, presidente da APG - Associação Portuguesa de Gestão das Pessoas

Apesar da controvérsia sobre a felicidade organizacional, o tema é hoje incontornável, havendo um número crescente de organizações empenhadas em desenvolver programas que a fomentam, reforçando a sua legitimidade através da criação de uma nova figura estrutural, designada por CHO, “Chief Happiness Officer”.

Pág. 1 de 82

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing