Opinião

segunda-feira, 11 novembro 2019 11:00

Data Driven Marketing

Frederico Costa, Head of Agencies & Branding da Google

No passado, o exercício do Marketing era muito mais simples: tínhamos uma ideia sobre quem eram os nossos clientes – ex: ABC1 Mulheres com interesse por viagens – comprávamos media e os respetivos placements de acordo com a assunção de que sabíamos onde impactar esse target.

terça-feira, 05 novembro 2019 09:22

“Este” é que é o ano do vídeo!

Tiago Almeida Nogueira, formador da Academia APAN

Ouvimos, ano após ano, que “este” será o ano do vídeo, contudo, constantemente, vemos que as marcas continuam a não apostar no vídeo como uma das formas de captar a atenção dos utilizadores e não lhe dão o devido crédito. Estas marcas preferem ir pelo caminho mais fácil, se é que lhe podemos chamar assim, e apostar em outros tipos de conteúdos que são mais facilmente trabalhados. Mas será que, se as marcas não apostam no vídeo, é porque não é importante? Errado!

segunda-feira, 21 outubro 2019 12:16

Cinco passos simples para trabalhar com youtubers

Miguel Sabino, CEO da Thumb Media

Os youtubers conquistaram um lugar de honra no panorama do marketing de influência. Sem nada mais que o seu talento e criatividade, construíram audiências gigantescas nesta plataforma extraordinária que é o YouTube. É por isso que um evento como a II Edição dos Thumb Media Play Awards, a cerimónia anual de entrega de prémios que celebra o talento e a criatividade no YouTube, é tão significativo.

segunda-feira, 14 outubro 2019 11:05

Eficácia: o que mudou em 15 anos?

Manuela Botelho, secretária-geral da APAN

Muita coisa mudou na indústria da comunicação nos últimos 15 anos e vai continuar a mudar. Quando hoje olho para trás, vejo que as coisas eram relativamente simples e lineares para os diretores de marketing com os media daquela altura, televisão, imprensa, rádio, outdoor… As regras do jogo eram conhecidas.

segunda-feira, 07 outubro 2019 11:20

Branding+design: a estratégia para a criação de marcas fortes

Sandra Cameira, designer

A globalização, o aumento da diversidade de marcas no mercado, a maior segmentação de públicos e o surgimento das novas mídias no final do século XX fomentaram uma evolução no papel das marcas. Elas deixaram de ser vistas apenas como elementos de identificação visual de produtos e serviços e transformaram-se em entidades semióticas, capazes de gerar um universo de significados para os seus públicos e construindo com eles vínculos emocionais e afetivos.

segunda-feira, 30 setembro 2019 11:24

Mas como é que esta empresa tem o meu número de telemóvel?

Filipe Lacerda, cofundador da Trust Data Privacy e da Academia de Privacidade

Mas como é que esta empresa tem o meu número de telemóvel ou o meu email? É uma pergunta que, muitas vezes, o consumidor se coloca quando recebe mensagens de empresas às quais não se recorda de alguma vez ter dado os seus dados. A origem pode estar em empresas Data Brockers.

Pág. 8 de 85

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing