Opinião

Marketeers devem concentrar-se menos na quantidade e mais na qualidade

Marketeers devem focar-se mais na qualidade e menos na quantidade

"É sem surpresa que vemos as poucas marcas que permaneceram fiéis ao seu DNA de marketing estarem hoje entre as que têm os melhores desempenhos em termos de retorno de investimento, enquanto gradualmente se adaptam aos novos canais e novos meios".

terça-feira, 12 fevereiro 2013 12:16

 

A afirmação é de João Ribeiro, Relationship Marketing Manager da Mediapost Portugal, em artigo de opinião que hoje publicamos.

 

"Com tantos canais, diferentes tipos de meios e novas tendências sempre a surgirem à nossa volta, não é surpresa nenhuma que tantos marketeers se deixem contagiar e queiram estar presentes em todos eles. Somos naturalmente atraídos por 'coisas' novas, especialmente quando as antigas parecem já não funcionar. Consequentemente, muitos marketeers apanham o comboio da moda. Este, gera mais actividades, mas na maioria dos casos menos resultados.

Durante os últimos cinco anos, os marketeers têm-se tornado mais e mais propensos a concentrarem-se mais na quantidade em detrimento da qualidade. O que conta agora parece ser a quantidade de actividades e não a qualidade de cada actividade. O tamanho da audiência em detrimento da qualidade da audiência.

É sem surpresa que vemos as poucas marcas que permaneceram fiéis ao seu DNA de marketing estarem hoje entre as que têm os melhores desempenhos em termos de retorno de investimento, enquanto gradualmente se adaptam aos novos canais e novos meios. Normalmente, essas empresas têm um background sólido de marketing directo, o que significa que possuem as capacidades necessárias para obterem um bom desempenho nos canais digitais. Não têm medo de dados, de compreender profundamente a sua audiência e têm os seus processos de vendas alinhados com os processos de compra dos seus clientes.

Para obterem melhores resultados, os marketeers devem concentrar-se mais na qualidade, através de um incessante foco nos pequenos detalhes. Desde a simples eliminação de atritos desnecessários numa landing page a uma melhor compreensão das mecânicas de social media. No campo do email marketing os marketeers portugueses necessitam de entender melhor a natureza deste canal de comunicação, pois também aqui os detalhes são muito importantes. Como eles fazem para o mobile marketing, marketing de conteúdo e todos os outros aspectos do marketing moderno.

A nossa herança portuguesa deixou-nos uma base sólida para as artes e criatividade. Agora é a hora que nós misturamos essa base com foco nos pequenos detalhes que fazem grande diferença".

João Ribeiro
Relationship Marketing Manager da Mediapost Portugal

*Artigo escrito segundo as regras anteriores ao atual acordo ortográfico

Fonte: Briefing

segunda-feira, 18 fevereiro 2013 13:32

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing