Opinião

Web Experience: a história que os consumidores querem ver contada pelas marcas

Web Experience: a história que os consumidores querem ver contada pelas marcas

"As marcas que, através de uma solução web experience, facultarem aos consumidores em diversos canais experiências e histórias mediante os seus interesses e necessidades conseguem criar uma ligação mais forte e fidelizá-los.

terça-feira, 14 maio 2013 12:50

 

Já não basta ter um website ou um flyer institucional da empresa – temos de falar e interagir todos os dias". Esta é a opinião da diretora de Marketing da Gfi Portugal, Susana Gonçalves.

"Com o advento da Internet e mais concretamente da Web 2.0, os clientes/consumidores pesquisam e navegam sobre os produtos que pretendem, nas suas marcas favoritas, procuram experiências. Pretendem os melhores preços, nas melhores marcas e, na grande maioria das vezes, questionam nas redes sociais a aquisição de determinado produto aos amigos. Este é um fator relevante e decisivo.

Um dado relevante consiste nas marcas terem de conquistar novos clientes, manterem o seu cliente atual satisfeito e divulgarem o seu portfólio de produtos. Tudo com a filosofia de fazer mais com menos, o que significa a redução de custos operacionais. Logo, sem uma ferramenta que ajude as empresas neste processo, torna-se difícil acompanhar os clientes. Quando adquirimos uma solução temos de pensá-la como um investimento a longo prazo para que o retorno do investimento seja avaliado corretamente. A empresa tem de analisar os benefícios e mais-valias.

O ano de 2013 é rico no advento do digital, ou seja, depois do advento das redes sociais e do potencial que estas têm na divulgação das marcas, é preciso pensar em gerir todos estes canais, conhecer o nosso cliente, não só através do CRM ou outra plataforma equivalente, mas acima de tudo, saber onde o cliente anda em diferentes horários, o que pesquisa no trabalho e nos seus tempos livre, o que gosta e que experiências considera importantes para si.

Uma das tendências para este ano, que afeta como as empresas têm de se posicionar no mercado, consiste nas aplicações móveis. Muitos são os fabricantes a apostar fortemente na criação de aplicações que atraem os clientes. O que qualquer consumidor quer são experiências, conhecer as últimas tendências e ter histórias para contar e partilhar nas redes sociais. No entanto, na componente das aplicações temos ainda um longo caminho pela frente, pois nem todas as empresas conseguem e têm ao seu dispor uma equipa de R&D que desenvolva e aloque tempo para a criação de uma aplicação ou pague a outra empresa para a produzir. Os dispositivos móveis, de acordo com a Gartner, irão suplantar o número de PC - com esta tendência, as marcas necessitam de rentabilizar já os seus esforços para o desenvolvimento das aplicações de forma a promoverem aos seus serviços, produtos e acompanhar o mercado.

Uma falha grave é a rentabilização do investimento que nem sempre é medido. Quantas realizam campanhas e não medem o retorno. Difícil sim, mas, com as soluções tenológicas ao nosso dispor hoje, é possível. Com a solução Web Experience conseguimos saber todos estes dados. A solução, tal como o nome indica, é orientada ao consumidor e consegue monitorizar as suas preferências na navegação web. Do lado administrativo, a solução tem um interface bastante intuitivo e permite inclusive definir diferentes tipos de critério.

As marcas que, através de uma solução web experience, conseguirem facultar aos consumidores em diversos canais experiências e histórias mediante os seus interesses e necessidades, conseguem criar uma ligação mais forte e fidelizá-los à marca. Já não basta ter um website ou um flyer institucional da empresa – temos de falar e interagir todos os dias!

É tempo de parar, pensar em estratégias de Marketing e, acima de tudo, saber qual o caminho que a nossa empresa pretende seguir, olhar para o mercado e para os nossos concorrentes.

Termino com duas palavras-chave: monitorização e consistência. Mediante o tipo de solução que a empresa possui, é preciso medir todas as iniciativas de forma a sabermos se estamos na direção correta, qual o banner que atrai os nossos clientes, onde clicam, que tipos de comentários fazem sobre os nossos produtos. O diálogo, a comunicação e a interação são outros fatores importantes que os consumidores valorizam.

Tudo isto dá trabalho? Claro. Demora tempo? Sim. Mas é a única forma de continuarmos a desenvolver produtos e soluções que os clientes querem e posteriormente compram. Por isso as empresas têm de ser cada vez mais digitais.

GET DIGITAL, GET READY!"

Susana Gonçalves
Diretora de marketing da Gfi Portugal

Fonte: Briefing

 

 

 

segunda-feira, 27 maio 2013 11:03

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing