Opinião

Humanização precisa-se!

Humanização precisa-se!"Ninguém se quer sentir um alvo (mesmo que o seja) e sentir que há um elemento estranho a forçar um sentimento ou uma necessidade inexistente", afirma a responsável pelo marketing da N Seguros, Sílvia Ramiro, num artigo de opinião em que defende a necessidade de as marcas socializarem com os consumidores, isto é, de se tornarem friendly.

quinta-feira, 05 setembro 2013 13:06

"Em cada momento do nosso dia-a-dia, por mais rotineiro, simples ou banal que seja há sempre a presença de uma marca. É uma quase infinita quantidade de informação que, quando estrategicamente bem pensada, nos chega de modo a ser assimilada inconscientemente de uma forma tão natural que é praticamente imperceptível. Se avaliarmos bem, é essa a verdadeira essência do bom marketing, das acções de activação de marca que nos fazem olhar, sentir e vivenciar algo, que mais tarde será recordado. Ninguém se quer sentir um alvo (mesmo que o seja) e sentir que há um elemento estranho a forçar um sentimento ou uma necessidade inexistente.

É nisto que muitas marcas acreditam e é isso que as leva a "humanizarem-se" e a criarem a capacidade de se socializarem, estabelecerem relações e despertarem os sentidos e emoções de todos aqueles com quem um dia esperam poder reencontrar-se.

É exactamente esta a humanização que as marcas procuram alcançar com a sua presença em espaços como o Optimus Alive, onde o mais importante é tornar a marca friendly e, através do contacto com o público, alcançar a tão desejada materialização dos valores que a definem.

A presença da N Seguros no Optimus Alive, com o Espaço "My Mom Rocks", acabou por ser exactamente o materializar dos valores e a humanização da marca. O "My Mom Rocks" foi um espaço pensado para receber as mulheres grávidas que, num momento especial da sua vida, a segurança é o conforto o que mais conta. E o espaço foi assim criado com esse objectivo, de lhes proporcionar a melhor experiência e um momento inesquecível, nunca descorando o conforto e segurança que, não só estava na base de todos os serviços, como também constituem dois dos mais importantes valores da N Seguros.

Foram convidadas a disfrutar de uma bancada exclusiva com vista privilegiada para o palco principal. Foi-lhes dada a possibilidade de evitarem as filas de entrada e saída no recinto, através de uma porta exclusiva. Atendendo às dificuldades de deslocação, foi colocado à disposição um riquexó que lhes dava boleia da entrada ao Espaço. Com o serviço N Recados evitaram o desconforto da multidão. Todos os serviços foram idealizados para assegurar uma experiência única e um evento memorável. Foram colocados à disposição das pré-mamãs uma série de serviços que despertaram nelas a necessidade de interagir: enfermeira de permanência, sessões de massagem, Yoga Pré-Natal,, sessões de Belly Painting...

Em resumo, estivemos presentes a partilhar momentos e emoções que se fizeram reflectir positivamente em cada uma das palavras de agradecimento que as futuras mamãs nos endereçaram.

Com pequenos gestos há que acreditar que se pode marcar a diferença e que a mesma não será facilmente esquecida. E se assim for, haverá sempre algo que as faz recordar. Nem que sejam as imagens que todos os dias alguém partilha nas redes sociais: http://www.youtube.com/watch?v=Muvdaf5MuwQ ".

Sílvia Ramiro
Responsável de Marketing da N Seguros

*Artigo escrito segundo as regras do anterior acordo ortográfico.

Fonte: Briefing

quarta-feira, 25 setembro 2013 03:27

bt nl

2050.Briefing

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing