Opinião

Publicidade: televisão e internet partilham o pódio

Publicidade: televisão e internet partilham o pódio Nas minhas palestras de marketing digital costumo dizer com alguma frequência que, ao contrário do que se possa pensar, o maior concorrente da Google não é o Facebook, mas sim a televisão.

quarta, 09 agosto 2017 11:20
Publicidade: televisão e internet partilham o pódio

A revolução digital trouxe mudanças drásticas para as marcas, mas também abriu portas que outrora se encontravam trancadas a sete chaves. Os nossos programas preferidos eram interrompidos por pausas eternas para fazer desfilar anúncios para toda a família. Provavelmente a maioria não era direccionada ao leitor, ainda assim as marcas continuaram a investir valores exorbitantes na produção e exibição de anúncios.

A televisão continua a ser o palco de apostas das maiores marcas, enquanto a publicidade online vai conquistando terreno ao longo dos tempos. O crescimento tem sido evidente: desde 2000 que a publicidade online teve uma evolução crescente, mas prevê-se que a partir do final deste ano atinja o seu auge. Posso arriscar dizer que a televisão partilha o pódio com a internet: "80% das pessoas pesquisam um produto antes de comprar" confirmado na conferência "The future is now", organizada pelo Havas Media Group e pela Google.

O tempo, a energia e os recursos gastos em televisão são demasiado elevados quando comparados àqueles que gastamos online. Além disso, a publicidade online apresenta como vantagem principal a facilidade de segmentação do público e, ainda, a possibilidade de medir resultados e utiliza-los para a rentabilização de próximos anúncios.

E como podem as marcas explorar o potencial da publicidade na internet? A forma como o público pesquisa e a compreensão desse percurso oferece às marcas a oportunidade de fazer uma abordagem no momento certo. Todos os meses, há mais de 100 biliões de pesquisas no Google, o que comprova a predisposição subjacente à pesquisa. Quem abre a página do Google sabe que vai encontrar o que procura. Qual a página que o leitor mais abre no seu dia de trabalho ou lazer para iniciar qualquer projecto? Exacto. É essa a magia.

O Google permite às marcas entrar na vida do consumidor sem o incomodar, apenas apresentando resultados qualificados a quem os procura.

bt nl

Facebriefing