Opinião

O hype do e-commerce veio para ficar?

Este é um momento único para investir a nível digital. Os consumidores estão muito mais receptivos a comprar online, tanto para compras do dia-a-dia, como para produtos menos regulares. Tenho visto pessoas a encomendar móveis, máquinas de lavar, entre outros, além do material para trabalho remoto, ultrapassando as questões que muitos tinham com a compra online.

terça-feira, 05 maio 2020 10:11
O hype do e-commerce veio para ficar?

 

Os medos e os receios que outrora nos fizeram ir à loja em vez de comprar online, seja porque o pagamento pode não ser seguro, a entrega de qualidade, ou outro, foram agora desafiados de forma irreversível. Com a mudança, vem o hábito, este que muitas famílias estão agora a criar de forma quase forçada, ou não estivessem todos os supermercados com os canais digitais completamente sobrecarregados.

Acredito que este ritmo de adesão ao e-commerce não irá ser tão elevado no regresso à normalidade, mas a percentagem de consumidores que irão estar propensos a comprar online após as restrições irá duplicar ou triplicar.

Nesta altura vemos muitas empresas procurarem alternativas às suas abordagens mais tradicionais e novos mercados para diversificar, ou até mesmo sobreviver, mas é importante evitar um jogo arriscado de investir nestes novos canais sem uma estratégia.

É verdade que online conseguimos ser mais ágeis, mais desafiadores e até mais agressivos, mas a imagem da nossa marca, a confiança dos consumidores e a promessa que trazemos para o e-commerce têm de respeitar a nossa visão e valores.

Desde o escalar da pandemia diversas empresas têm investido no e-commerce, sustentadas por uma transformação digital sem precedentes, muitas com enorme sucesso, mas temos também várias experiências menos positivas, seja por limitações tecnológicas, de negócio ou de adequação ao público.

Abrimos uma nova loja física sem pensar? Provavelmente não, e o mesmo deve acontecer com o e-commerce. Temos de ter uma estratégia ou plano de negócios para vingar e crescer durante e após o hype de e-commerce e home delivery que estamos a viver.

Este é o momento em que empresas têm de estar preparadas para abraçar verdadeiramente o e-commerce, já que esta mudança de hábitos irá finalmente levar os consumidores a ultrapassar uma barreira psicológica, ganhando confiança para usar estes novos canais no seu dia-a-dia e a dar mais valor ao serviço que as empresas prestam nesta área.

O e-commerce veio para ficar e, quanto mais cedo as empresas adotarem uma estratégia digital sólida e de futuro, mais fácil será tornar este negócio mais maduro e profissional.

 

Bruno Amaral, CEO & Founder da Diamond by BOLD

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

terça-feira, 05 maio 2020 12:40

bt nl

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing