Opinião

A sua marca já tem uma playlist?

Acho que todos sabemos o quão relevante a música é nas nossas vidas e o papel que representa no nosso dia a dia. Chega a ser impressionante as vezes que nos lembramos da música que estava a tocar naquele exato momento em que algo realmente importante aconteceu. A influência da música nas nossas memórias e emoções não é segredo para ninguém e, por isso, deverá ser interpretada como uma ferramenta importante para os profissionais e para os seus negócios.

segunda-feira, 26 abril 2021 12:09
A sua marca já tem uma playlist?

 

Porque é que um cliente vai ao nosso espaço? O que o faz sair de casa, ir de carro/Uber/transporte, caminhar à chuva e ir, por exemplo, a um restaurante? E, com toda a tecnologia audiovisual em casa, o que é que o faz sair do sofá para ir a um cinema? O que é que o faz ir a um supermercado escolher os produtos e carregá-los, se tem na palma da mão uma aplicação que leva tudo a sua casa através de uma encomenda online? A resposta é simples, mas de execução complexa. Estamos na era da experiência. Tudo gira em torno dela e é esta que faz a diferença no momento da escolha de um espaço em detrimento de qualquer outro. E a música que ouvimos no lugar de destino não pode ser exceção nesta equação. Considerando menos gente disposta a sair de casa, é preciso estar à frente da concorrência. Para isso, o nosso negócio tem de estar ainda mais especial para atrair e manter estes clientes fiéis e dispostos a voltar regularmente.

Cada vez mais as marcas precisam de se diferenciar para serem (re)lembradas, e a música que ouvimos é uma excelente ferramenta para se criarem associações a momentos e experiências positivas na mente do consumidor. A música, além de dar personalidade à marca, estabelece uma ligação com os seus públicos. Quantas vezes vamos a um espaço e ficamos mais tempo porque a música está tão boa que nos prendeu ao momento? E, no final do dia, estes minutos extra traduzem-se em mais consumo, mais vendas.

Adrian North, professor universitário americano especializado em psicologia da música, fez uma pesquisa e percebeu que 96% dos consumidores estão mais propensos a lembrarem-se de uma marca quando a música ambiente está alinhada com a sua identidade. O mesmo percebeu ainda que a escolha da música certa pode aumentar as vendas em até 30%. Mas, como escolher a música certa? São tantas as opções que acabam por atrapalhar mais do que ajudar.

Como definir o estilo musical que reflete a nossa marca? Para se chegar a uma conclusão, a análise deve partir do próprio público alvo. Qual o público a quem se destina o meu negócio? Que tipo de produto ofereço? Qual a decoração que vou ter? Mais madeira ou metal, se é vintage ou moderna? Qual o horário de abertura e de encerramento? Quantos ambientes vou recriar? Devo agradar aos colaboradores também? E, no final desta análise, deve ser feita uma pesquisa dentro dos diversos estilos e músicas existentes e perceber quais são as que têm o perfil e o ritmo certo para satisfazerem estas necessidades e corresponderem ao ADN da marca.

É o que chamamos de Identidade Musical. Ao definirmos esta identidade, podemos explorar este conceito de diferentes formas: festivais, eventos musicais, playlists de streaming para restaurantes, hotéis, espaços de co-work ou lojas de moda, corridas de rua, patrocínios e muito mais. Ou seja, existem muitas maneiras de conectar uma marca à música com muito retorno e visibilidade.

De um modo geral, não precisamos de estar presos somente ao espaço físico. A música é parte do Marketing Sensorial, e pode ser ouvida e sentida de outras formas. Estas questões musicais ainda não estão completamente no radar dos profissionais, mas as marcas que já se envolveram com este conceito estão sem dúvida um passo à frente.

Arrisque e descubra qual a música certa para cada ouvido. Porque todas as marcas têm a sua própria playlist, só é preciso saber defini-la.

Levy Gasparian, CEO da Mufyn

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

segunda-feira, 26 abril 2021 12:12

bt nl

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing