Out of Office

#ProvamosEAprovamos… os sabores a mar do Vestigius

O espaço só por si merece uma visita. Debruçado sobre o Tejo, bem junto à estação fluvial do Cais do Sodré, fica o Vestigius, assim chamado porque os proprietários, Esmeralda Fetahu e João Fernandes, mantiveram a memória do armazém abandonado que recuperaram e transformaram num restaurante que também é bar e galeria.

sexta, 25 janeiro 2019 12:20
#ProvamosEAprovamos… os sabores a mar do Vestigius

 

Começou, aliás, como ponto de encontro para os amantes de petiscos, com apenas alguns petiscos para acompanhar, mas cresceu. E atualmente oferece duas cartas, de almoço e de jantar, mas também tapas e opções para as diferentes horas do dia – incluindo uma novidade, o Crunch, menu que, para os finais de tarde, propõe várias iguarias para trincar… crunchy, claro!

São o ideal para apreciar as duas esplanadas. A primeira surge logo no piso térreo, um verdadeiro lounge, com duas confortáveis cadeiras de baloiço suspensas que convidam a relaxar, no inverno aquecido por uma lareira. No piso superior, a varanda oferece uma vista desafogada sobre o rio, perfeita para apreciar o por do sol.

#provamoseaprovamos... os sabores a mar do Vestigius

No interior, antes de o paladar ser surpreendido, são os olhos que são desafiados a visitar o antigo armazém, mas também da sua relação com o rio. Deparam-se desde logo com o grande “lustre”, quase como uma medusa, feito de grossas cordas que um dia foram cabos e puxaram navios. Do teto chovem também cristais, as paredes acolhem pequenas prateleiras transformadas em bibliotecas de livros antigos, há árvores aqui e ali. E cor, muita cor, numa decoração que é tudo menos monótona.

#provamoseaprovamos... os sabores a mar do Vestigius

E a comida, afinal? Não ficou esquecida. O que provámos está na carta de inverno. E tem muito mar, como faz sentido. “Mergulhámos” numa generosa caçarola de peixe a marisco (é para partilhar e ainda sobra…), mas antes fomos surpreendidos por carabineiros em cama de legumes e lentilhas com presunto estaladiço, uma combinação invulgar, mas que resulta. E antes ainda por polvo em carpaccio, que mais parecia uma pintura ou não fosse “polvilhado” de pequenas flores coloridas (que também se comem).

#provamoseaprovamos... os sabores a mar


O café é servido com requinte, num pequeno tabuleiro, acompanhado de um pequeno suspiro. Que tomámos no lounge da frente, aproveitando o baloiço e o calor da fogueira.

 

#provamoseaprovamos... os sabores a mar do Vestigius

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing