Out of Office

#ProvamosEAprovamos… o que há de novo no ZAZAH

O olhar de quem desce as escadas que dão acesso ao Zazah, na Rua de S. Marçal, em Lisboa, é de imediato capturado pelo mapa pintado a preto e branco na parede central. É que juntar a arte à gastronomia é um dos traços distintivos deste restaurante em que o chef Moisés Franco oferece uma carta para partilhar. São assim as mais recentes novidades, que (a)provámos.

sexta, 15 fevereiro 2019 12:23
#ProvamosEAprovamos… o que há de novo no ZAZAH

 

A pouco e pouco, a mesa foi-se enchendo de iguarias que, parecendo pequenas, cedo se revelaram mais do que suficientes para deixar satisfeito qualquer comensal mais exigente. Não provámos tudo o que a nova carta propõe, mas ficámos rendidos aos cones de salmão, apresentados numa composição de cores que começou por conquistar a visão e só depois o paladar.

#ProvamosEAprovamos… o que há de novo no ZAZAH

Continuámos com croquetes de alheira, mais clássicos, mas igualmente irresistíveis. Foi difícil só comer um… Mas ainda havia tataki de atum para provar, com puré trufado. E risotto de açafrão e legumes e, finalmente, lágrimas de porco preto.

#ProvamosEAprovamos… o que há de novo no ZAZAH

Finalmente, não! Porque para o fim ficou uma baba de camelo com amendoins, servida num cerimonial que deixa qualquer um de água na boca só de ver… De uma tigela de barro gigante, é servida uma concha do doce cremoso, que se vai desprendendo até preencher cada dose individual.

#ProvamosEAprovamos… o que há de novo no ZAZAH

Tudo acompanhado por vinho, de uma carta selecionada pela somellier Stephanie de Jongh. E, claro, com vista para as diversas obras que integram o primeiro ciclo de arte deste restaurante, com autores como José Pedro Croft, Ascânio Monteiro, Sakir Gokcebag e Dora Longo Bahia. E João Louro, que assina o mapa de que falávamos no início e que traça a descoberta do Brasil pela Companhia das Índias.

Com pouco mais de um ano, o Zazah é um projeto idealizado por dois por dois luso-brasileiros que têm em comum a formação em Direito e o facto de adorarem Lisboa: Moisés Franco trocou a advocacia pela gastronomia e Sidnei Gonzalez, sócio investidor, vive entre o Rio de Janeiro e a capital portuguesa.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing