Out of Office

Nem só de provas se faz o Enoturismo Soalheiro

O Enoturismo não é apenas prova de vinho, pelo menos, é o que o Soalheiro afirma, ao mesmo tempo que propõe uma experiência cultural à descoberta do terroir da origem do Alvarinho – Monção e Melgaço – que inclui, além de provas de vinho, gastronomia, natureza e rafting.

sexta, 09 agosto 2019 12:03
Nem só de provas se faz o Enoturismo Soalheiro

 

Com o objetivo de criar uma oferta diversificada e integradora, o Enoturismo Soalheiro criou programas para famílias e amigos “dos oito aos 80 anos”.

Uma das propostas é a Visita Pur Terroir, que inclui uma visita às primeiras vinhas, plantadas em 1974, e um passeio pelas vinhas para conhecer as novas formas de preservação do terroir.

E como “cada perfil de Soalheiro tem uma história para contar, um momento, uma atitude”, esta experiência de enoturismo possibilita várias provas: a Clássica, associada à casta Alvarinho com o Soalheiro Clássico; a Origem, que desafia à descoberta da história da primeira marca de Alvarinho de Melgaço; a Nature, que dá a conhecer, tal como o nome indica, os Soalheiros Naturais, nomeadamente, o Terramater, o Nature, e a edição limitada do Espumante Nature; a Fusion, na qual se podem degustar as novidades Rosé e Sauvignon Blanc, entre outros; e a Primium, que revela o potencial da casta Alvarinho e do “The Pur Terroir”.

Para os mais aventureiros e para complementar a visita a Melgaço, considerado o Município de Natureza Mais Radical de Portugal, o Enoturismo Soalheiro destaca a descida de Rafting do Rio Minho.

Já no que respeita ao potencial enogastronómico da região, a sugestão vai para almoços e provas na Quinta de Folga.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Vídeo

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing