Out of Office

Há “Ilhéus” de Moira Forjaz em Évora

Os “Ilhéus” de Moira Forjaz ficam no Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida, em Évora. A série de retratos fotográficos da artista, que celebra a vida e a comunidade da Ilha de Moçambique, está em exposição a partir deste sábado, 19 de setembro.

sexta-feira, 18 setembro 2020 11:02
Há “Ilhéus” de Moira Forjaz em Évora

A exposição pretende abordar o facto de estar tudo dentro de “um único grande céu e todos terem direito a um nome”. “Ilhéus” presta homenagem às pessoas “especiais, vibrantes, interessantes e doces” da Ilha de Moçambique, convidando os eborenses a estabelecer um diálogo com estas, mediado pela cor, pela luz e pela sombra que dominam os retratos.

“A artista não está à procura de uma bela fotografia, não está presa à construção mental que induz a observar o sujeito de um ponto de vista principalmente estético. A intenção de Moira é, ao invés, capturar o espírito do sujeito. E o espírito é a própria vida e a sua dignidade. O percurso fotográfico de Moira é uma caminhada constante para encontrar o significado mais recôndito da existência humana”, afirma a curadora, Paola Rolletta.

Esta viagem à Ilha de Moçambique é também uma forma de promover a proximidade de dois territórios com história e património comuns.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

bt nl

À Escolha do Consumidor

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing