Publicidade

Grandes negócios na Madison Avenue, diz o NYT

MADISON_-_peq

A indústria de Madison Avenue está melhor do que a de Wall Street, diz o New York Times (NYT). Por outras palavras, três anos depois da falência do Lehman Brothers, as holdings que têm agências de publicidade continuam a fazer negócios e nenhuma faliu e as instituições financeiras vivem rodeadas de incertezas.
sexta-feira, 16 setembro 2011 11:32

O jornal dá como exemplo da vitalidade da publicidade os negócios que têm sido feitos neste Verão. A Havas, o grupo Publicis e a WPP anunciaram acordos com agências como a Big Fuel, DPZ, Host e Lunchbox. “Nenhuma agência com escritórios em todo o mundo foi forçada a fechar e continuam a fazer negócios, à procura de fusões e aquisições”, escreve o jornal.

Segundo o NYT, ontem a Publicis anunciou a compra da Schwartz Communications, agência de relações públicas com escritórios em Boston, Londres, São Francisco e Estocolmo. Foi a sexta aquisição da Publicis em 18 meses.

O jornal dá também o exemplo de um dos mais recentes negócios das empresas de Madison Avenue. A MDC Partners comprou duas agências especializadas: a Concentric Pharma Advertising, que cria para a indústria farmacêutica, e a Laird & Partners, que opera com grandes marcas de luxo e moda, como a DKNY, GAP e Calvin Klein.

Fonte: The New York Times

bt nl

O Outdoor Honesto

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing