Publicidade

Uma fusão que era mais olhos do que barriga

A fusão entre a Publicis e a Omnicom era um caso de "mais olhos do que barriga". Quem o afirma, à cadeia CNBC, é o ceo do grupo rival WPP, Martin Sorrell, a propósito do fracasso do negócio.

sexta, 09 maio 2014 12:39
Uma fusão que era mais olhos do que barriga

Para Sorrell, o negócio foi motivado pelo ego e por questões emocionais: "Penso que os dois CEO queriam tentar derrubar a WPP da liderança e, por isso, foi emocional e egoísta".

O líder da WPP considerou ainda, noutra entrevista à Advertising Age, que os seus homólogos da Publicis e da Omnicom deviam ter consultado os conselheiros e refletir bem antes de anunciar um negócio desta natureza.

Enquanto isso, a WPP fez bons negócios – ganhou, por exemplo, as contas da Marks and Spencer e da Vodafone. E "haverá mais oportunidades em resultado do colapso" da fusão.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

terça, 13 maio 2014 09:59

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing