Publicidade

Dar histórias às marcas é a estratégia da SIC

Dar realismo às histórias e às personagens é o que a SIC procura fazer quando inclui marcas nos programas do canal. Uma realidade como afirma Sofia Moura, diretora comercial adjunta da estação, indissociável da produção de ficção.

terça-feira, 18 agosto 2015 12:49
Dar histórias às marcas é a estratégia da SIC

O investimento em soft sponsoring, ou product placement, tem, segundo Sofia Moura, diretora comercial adjunta da SIC, assumido uma maior relevância. É que "as marcas procuram um papel na história, que se deve a um conjunto diverso de fatores, desde logo pela qualidade e audiência que distingue a SIC". A estes elementos junta-se uma abordagem comercial integrada e resultante de um trabalho próximo junto das marcas a quem a SIC desafia – e é desafiada – a escrever histórias em conjunto. Um trabalho que não implica alterações na programação do canal, e que é motivo acrescido para o canal fazer "mais e melhor ficção".

Sofia Moura conta que os guionistas e as produtoras encaram as marcas como parte integrante das histórias e da produção. "Não é possível hoje escrever e produzir ficção sem a presença de marcas, que da mesma forma que fazem parte da vida das pessoas, influenciam a vida dos personagens das nossas histórias", afirma.

E no que toca ao desenvolvimento deste trabalho, a SIC diz ter em conta a pertinência e coerência das marcas, e da sua integração com os enredos, núcleos e personagens. Há, assim, uma tentativa de desafiar aquelas capazes de ajudar a construir e a dar realismo às histórias e à vida das personagens. "Já recusamos marcas ou adiámos a sua integração por não fazer sentido na ambiência da novela", assegura.

Esta alternativa à publicidade apresenta vantagens para todos os intervenientes – canais de televisão, produtoras, e marcas. "As marcas beneficiam de exposição para os seus produtos, enquanto os produtores e os canais aumentam o retorno e equilibram os custos de produção e promoção", atesta Sofia Moura. Como? Através do fornecimento de bens e serviços por parte das empresas, enquanto se garante autenticidade para o conteúdo final, concretiza a diretora comercial adjunta da SIC.

Por isso, a receita é crescente, o que permite aumentar a relevância do canal na estratégia publicitária. Contudo, a SIC tem consciência de que a forma mas também a quantidade de integrações cria uma responsabilidade acrescida. "Temos de conseguir continuar este caminho sem defraudar a audiência", conclui Sofia Moura.

 

Este artigo pode ser lido na edição impressa do Briefing, no âmbito de um dossier dedicado ao soft sponsoring.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

bt nl

Liga-te com o Coração

À Escolha do Consumidor

Edições Especiais

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing