Publicidade

Portugal investirá 62M de euros em programática até 2018

Os dados são do mais recente estudo da Magna Global que considerou 41 países e analisou o uso da programática, isto é, a compra de espaço publicitário digital via software de licitação em tempo real. Só o inventário de vídeos através dos métodos programáticos vai atingir 14,2 mil milhões de dólares este ano (mais 49% do que em 2014).

quinta, 08 outubro 2015 10:33
Portugal investirá 62M de euros em programática até 2018

Apesar da estimativa para 2018, Portugal ainda está numa fase inicial de utilização da compra programática, recorrendo a hubs europeus. Um dos obstáculos para o crescimento desta ferramenta é a falta de bases de dados disponíveis no país.

A Magna Global estima que o investimento global deverá continuar a crescer nos próximos quatro anos, a uma média anual de 31%, atingindo 36, 8 mil milhões de dólares em 2019. Os EUA – que representam 54% do mercado global de compra programática – lideram a adoção global da compra programática com 7,7 mil milhões de dólares.

Pedro Sousa, diretor de Digital e Ativação do grupo IPG Mediabrands, explica que "as tecnologias programáticas estão a moldar a maneira como a publicidade nos media digital é comprada e vendida, estando a ser utilizadas em grande escala nos Estados Unidos".

"As agências têm um papel cada vez mais importante para reduzir ineficiências, oferecer soluções integradas que permitam às marcas conectar-se com os seus públicos de uma forma personalizada, interagir com vídeos e outros formatos e, ao mesmo tempo, avaliar as métricas importantes", acrescenta o profissional.

A atividade Programmatic do IPG Mediabrands é globalmente gerida através da plataforma CADREON, que disponibiliza aos clientes das agências do grupo (Initiative e UM), uma solução que opera num modelo aberto.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing