Publicidade

A inovação do Continente passa pelo Canvas

Uma nova experiência publicitária imersiva, que carrega anúncios instantaneamente e ocupa todo o ecrã dos dispositivos móveis. É assim o Canvas, a ferramenta de publicidade do Facebook, que permite a criação de um espaço digital personalizável onde é possível construir histórias multimédia. Com estas características já conquistou marcas como o Continente, que procura estar na vanguarda da inovação. Proporcionar uma experiência imersiva e, assim, despertar um maior interesse no consumidor é o objetivo.

quarta, 31 agosto 2016 12:46
A inovação do Continente passa pelo Canvas

 

Oferecer uma experiência nova aos fãs. Foi este o objetivo que levou o Continente a estrear a ferramenta Canvas do Facebook, com o lançamento da campanha "Os Frescos do Continente". A ideia foi "dar vida" aos frescos da insígnia, de forma a reforçar a qualidade, naturalidade e autenticidade dos produtos da marca. Para isso, e com criatividade da Havas Worldwide e implementação da Arena Media, as frutas personificaram as estrelas de Hollywood premiadas com Óscares. Entre os vencedores, encontravam-se a maçã (Melhor Banda Sonora), a pitaya vermelha (Melhor Guarda-Roupa), o ananás (Melhor Caraterização) e a laranja (Melhores Efeitos Visuais).

Com esta iniciativa, o Continente assumiu-se como uma percursora da nova funcionalidade que, segundo a marca, proporcionou uma experiência agradável e lúdica aos utilizadores, e em especial à comunidade do Facebook. "Ficámos tão satisfeitos que realizámos uma iniciativa semelhante por altura da abertura da loja Continente de Braga", afirma o diretor de Marketing, Paulo Veiga.

E porque o Canvas permite às marcas contar histórias e comunicar produtos, através da combinação de fotografias, vídeos e botões call-to-action, que fazem com que os utilizadores tenham uma experiência mais imersiva sem sair do Facebook, o Continente considera que esta é uma ferramenta que gera "uma interação elevada". Uma convicção comprovada pelos resultados desta ação que surpreenderam "pela positiva", superando as expectativas. "Tanto a campanha dos 'Óscares da Fruta', como a da abertura da loja em Braga registaram um excelente retorno, uma elevada taxa de utilização e aumento de tráfego à loja", precisa.

Mas qual a vantagem deste novo formato de publicidade? Diz Paulo Veiga que os conteúdos interativos assumem cada vez mais importância para o consumidor, sendo os que conseguem despertar maior interesse. E é isso que o Canvas faz, possibilitando ao utilizador uma experiência rica na descoberta do conteúdo que a marca pretende passar. "São conteúdos dinâmicos que permitem aos fãs mexer, olhar ou ouvir aproveitando as valências do seu smartphone". Além disso, por oposição aos formatos estáticos e não interativos, possibilita a criação de um espaço personalizável em mobile no qual é possível construir histórias multimédia e convidar o utilizador a descobri-las.

O Continente, assumindo-se como marca pioneira e que procura estar na vanguarda da inovação, aborda "estas novidades com entusiasmo e numa lógica de teste e retorno de informação, de forma a poder tirar conclusões e avaliar a sua potencialidade". Sob esta filosofia, o Canvas posiciona-se como uma ferramenta a apostar "hoje e no futuro".

 Este artigo foi publicado na edição impressa da Briefing e integra um especial sobre o Canvas.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

 

quinta, 01 setembro 2016 00:32

bt nl

Assinatura Mensal
Edição MensalE-paper

Facebriefing

Melhores Briefing