Mulheres precisam de mais exemplos femininos? A JWT diz que sim

Os papéis femininos no cinema e na televisão influenciam as mulheres a melhorarem as suas vidas. A conclusão é do estudo desenvolvido pelo Geena Davis Institute on Gender in Media e pela JWT, motivado pelas críticas aos Óscares e a Hollywood pela falta de representação de género e diversidade racial.

Segundo o estudo, 90% das mulheres considera que os exemplos femininos no cinema e na televisão são importantes, 61% afirma que esses exemplos influenciaram as suas vidas e 58% acredita que as mulheres foram motivadas a ser mais ambiciosas e assertivas.

No entanto, 53% das mulheres entrevistadas considera que existe falta de exemplos no feminino no cinema e na televisão, 74% afirma desejar ter visto mais exemplos no feminino enquanto cresciam e 80% dizem que a opinião das mulheres devia ter mais peso no que diz respeito à influência cultural.

“Dizer que tudo é possível não é tão poderoso como ver que tudo é possível. Trata-se de definir um precedente: se as raparigas não virem físicas, pilotos de automóveis e diretoras executivas nos ecrãs, como se espera que elas queiram ser físicas, pilotos de automóveis e diretoras executivas? Ao chamar a atenção para este assunto quando o mundo está desperto, podemos ter um impacto real e provocar uma mudança significativa”, afirma Rachel Pashley, do planeamento estratégico da J. Walter Thompson. 

O estudo analisou as respostas de 4.300 mulheres em nove países: Brasil, China, Índia, Arábia Saudita, África do Sul, Rússia, Austrália, Reino Unido e Estados Unidos.

briefing@briefing.pt

 

Segunda-feira, 29 Fevereiro 2016 11:51


PUB