Principal acionista vende quota no The Economist

Primeiro vendeu o Financial Times, agora aliena os 50% que detém no Economist. Esta é a estratégia do grupo Pearson para se focar apenas na educação como área de negócio e abandonar o mundo editorial.

As ações vão passar para a firma de investimento italiana Exor, que ficará com 43,4% do jornal, e para o próprio grupo Economist.

O negócio deverá render 730 milhões de dólares à Pearson, que há poucas semanas vendeu o Financial Times à japonesa Nikkei, por 1,3 mil milhões de dólares.

briefing@briefing.pt

 

Quarta-feira, 12 Agosto 2015 12:16


PUB