Indústria da publicidade está confiante? A EACA responde

A confiança das empresas de marketing e publicidade europeias está a cair a pique. Segundo o último European Advertising Business Climate Index da European Association of Communications Agencies (EACA), a confiança desceu de +12 em abril de 2017 para +3 em julho.

Esta descida foi resultado, sobretudo, do impacto de três países economicamente poderosos, que detêm um grande número de ações no mercado publicitário na Europa, nomeadamente o Reino Unidos, França e Itália. Em julho, o Reino Unido registou o nível mais baixo de confiança de toda a União Europeia, -29, e a França também teve um resultado negativo, -5. A indústria da publicidade em Itália, que em janeiro já registava uma confiança de -4, chegou aos -21 no sétimo mês do ano.

Estes três países tiveram também grandes quebras na procura, o que pesou muito nos dados gerais. Por exemplo, nos últimos quatro meses, a procura pela indústria publicitária em França baixou de -3 para -5 e em Itália passou de -7 para -28.

Os preços também têm baixado por toda a Europa, passando de +10 nos primeiros quatro meses de 2017 para 0 nos quatro meses seguintes. Já a confiança no emprego na área parece estar estável em toda a Europa: a Europa Ocidental manteve o mesmo nível de confiança que nos meses anteriores (+19), assim como a Europa Central/Oriental (+9). A zona do Mediterrâneo e a Europa do Norte tiveram ligeiras melhorias, de +7 para +9 e de +27 para +30, respetivamente.

No total dos países analisados, há dois que melhoraram consideravelmente a confiança geral nos negócios nos últimos quatro meses, a Grécia (de -15 para +16) e a Suécia (+10 para +33), que tem a confiança mais elevada de toda a Europa. Juntamente com a Dinamarca, a Suécia faz do norte da Europa a região líder em termos de confiança quanto ao preço, emprego e procura.

 

briefing@briefing.pt

Terça-feira, 08 Agosto 2017 12:01


PUB